Laboratórios

O Programa Pós-Graduação em Biologia Animal conta na UFV com 11 laboratórios (com subdivisões) e um Museu, todos próprios e completamente equipados, em permanente aprimoramento. Além destes, há também um laboratório no Campus de Florestal e outro em Rio Paranaíba. Algumas atividades são complementadas em laboratórios multiusuários dentro da UFV, ou em plataformas de serviços nacionais e internacionais. O financiamento de implantação, manutenção e ampliação dos laboratórios da UFV tem sido feito pelas Instituições de apoio ao ensino, pesquisa e extensão como a FAPEMIG, CNPq e CAPES. Os laboratórios do Departamento de Biologia Animal, sob a coordenação dos docentes permanentes são:

1. BEAGLE – Laboratório de Sistemática Molecular
Linhas de Pesquisa: Sistemática molecular de vertebrados com ênfase em peixes de água doce. Estudos de genômica e proteômica de peixes migratórios.
Local: DBA (Área física de 100 m²).
Atividade: Pesquisa básica e aplicada.
Estrutura física: 5 freezers -20 °C (dois deles com coleção de tecidos em etanol); 1 ultrafreezer; máquina PCR com gradiente; quatro microscópios de luz; dois microscópios estereoscópicos binoculares, sendo um deles com câmera acoplada; estufas de cultura e secagem; destilador e deionizador; medidor de pH de bancada; 3 banho-maria; seis computadores; 3 centrífugas para tubos eppendorf e tubos Falcon, sendo uma refrigerada; 2 Microscópios Biológicos trinoculares com óptica de correção infinita Bx51-Fl-Iv, acoplados a sistema de captura de imagens digitais, sendo um deles com filtro especial para fluorescência; ambos funcionam no regime multiusuário na UFV e UFOP; sistema de fotodocumentação de géis de agarose; sistema de corrida de géis de agarose e poliacrilamida; um destilador e um sistema Milli-Q, 1 capela de exaustão e 1 capela de fluxo laminar. O laboratório assumiu a curadoria da coleção sistemática de peixes, uma sub-unidade do Museu de Zoologia Professor João Moojen – UFV.

2. LABCOL – Laboratório de Sistemática e Biologia de Coleoptera
Linhas de Pesquisa: Sistemática e ecologia de Coleoptera.
Local: DBA (Área física de 80 m²).
Atividade: Pesquisa básica.
Estrutura física: equipado com laboratório para experimentos, gabinete de professor e sala climatizada para experimentações. Abriga uma coleção científica de exemplares de Coleoptera.

3. LAV – Laboratório de Abelhas e Vespas
Linhas de Pesquisa: Análise de risco de plantas transgênicas e de pesticidas a polinizadores, Polinização, Entomologia, Comportamento Animal, Ecotoxicologia.
Local: DBA (Área física de 80 m²).
Atividade: Pesquisa básica e aplicada.
Estrutura física: laboratório para experimentos, gabinete de professor e sala climatizada para experimentações. Área total dividida em sala climatizada para criação in vitro, área de preparo dos experimentos e ambiente de estudo. O laboratório possui equipamentos de proteção individual (EPI) para o manuseio de abelhas e vespas, materiais para criação in vitro e manutenção dos ninhos experimentais, uma autoclave e um refrigerador. A equipe do LAV trabalha, principalmente, com estudos ecotoxicológicos aplicados à preservação de meliponíneos e tem interesse em pesquisas com polinização, comportamento animal e análise de risco de agroquímicos a outros grupos de insetos.

4. Laboratório de Biologia Animal
Linha de pesquisa: Taxonomia, biogeografia, conservação e história natural de aves Neotropicais.
Local: UFV Campus Florestal (Área física de 30 m²).
Atividade: Pesquisa básica.
Estrutura física: 3 binóculos; 2 aparelhos GPS; 1 range finder; 1 boroscópio; 1 notebook e impressora/scanner; 2 gravadores digitais dotados de microfones direcionais e fone de ouvido; equipamento básico de acampamento (barracas, sacos de dormir, mochilão etc); 10 redes de neblina; material básico para anilhamento (alicates, anilhas, balanças tipo PESOLA, etc); material básico para taxidermia (tesouras, pinças, alicates, bisturis, bombonas, etc); 3 carabinas de pressão para coleta de aves.

5. Laboratório de Biologia e Manejo de Peixes
Linhas de Pesquisa: Produção de peixes, Nutrição e alimentação de peixes.
Local: Piscicultura UFV (Área física 34.100 m²).
Atividade: Pesquisa básica, aplicada e extensão.
Estrutura física: Este laboratório apresenta uma área de apoio conjunta de aproximadamente 34.100 m², com 86 tanques e viveiros externos de terra e/ou alvenaria; sala de aula teórica e prática, uma sala de armazenamento de rações e uma sala de apetrechos da piscicultura e uma sala de recepção. Os laboratórios específicos são: laboratório de nutrição de peixes, com 30 m² e aquários dotados de filtro biológico, aeração artificial e controle de temperatura; 1 estufa de circulação forçada; 1 balança digital; 1 freezer vertical de 280 L; 1 geladeira de 280 L e 1 estufa incubadora B.O.D.; 1 microscópio marca Leitz com contraste de fase e 1 lupa marca Leitz com câmara clara incorporada; medidor de pH; oxímetro; condutivímetro; medidor de amônia; nitrito e nitrato. O laboratório de reprodução induzida conta com uma sala de 32 m² para pesagem e preparo de matrizes, equipada com 1a balança e incubadoras de ovos de 60 e 220 L de capacidade e 1 tanque de 4.000 L para matrizes, subdivido em quatro tanques. Um outro laboratório de 32 m² destinado a trabalhos com recirculação de água. Os 86 tanques e viveiros somam uma lâmina d’água de aproximadamente de 1,79ha.

6. Laboratório de Ecotoxicologia Animal e LEQ – Laboratório de Ecofisiologia de Quirópteros
Linhas de Pesquisa: Ecofisiologia de quirópteros e Ecotoxicologia de animais silvestres, desenvolvendo projetos principalmente sobre a ação de fatores ambientais, como alterações na dieta, temperatura e sazonalidade, e ação de contaminantes ambientais sobre a regulação hormonal, metabolismo, desenvolvimento e reprodução de vertebrados.
Local: DBA (Área física de 80 m²).
Atividade: Pesquisa básica e aplicada.
Estrutura física: duas salas, contendo os seguintes equipamentos: 1 freezer horizontal; 1 freezer vertical; 1 máquina de gelo; 1 ELISA; 1 espectrofotômetro; 1 estufa; 1 balança de precisão; 1 capela de exaustão; 2 centrífugas; 1 banho-maria; 1 agitador de tubos (vórtex); 1 agitador com aquecedor; 2 homogeneizadores; 1 geladeira; 8 computadores.

7. Laboratório de Genética Ecológica e Evolutiva
Linhas de Pesquisa: Diversidade Genética, Evolução e Conservação de Peixes, Genética de Felinos Domésticos, Citogenética clássica e molecular de peixes, Genética Evolutiva, Genética Ecológica e Evolutiva.
Local: UFV Campus Rio Paranaíba (Área física de 21 m²).
Atividade: Pesquisa básica.
Estrutura física: Este laboratório conta com balança analítica; agitador tipo vórtex; sistema de eletroforese; transiluminador; termociclador; microcentrífuga; centrífuga; estufa BOD; freezer; geladeira; 3 microscópios ópticos binoculares e 1 microscópio com sistema de epifluorescência e sistema de captura de imagens digital.

8. Laboratório de Morfologia Animal
Linhas de Pesquisa: Morfofisiologia do aparelho digestório de vertebrados, Reprodução Animal, Espermatogênese descritiva e experimental, Histologia.
Local: DBA (Área física de 40 m²).
Atividade: Pesquisa básica, aplicada e atividades de extensão.
Estrutura física: 1 medidor de pH marca FANEM; um microscópio Olympus CX40; um microscópio Kyowa – Coleman; dois microscópios estereoscópicos; 1 estufa para secagem e esterilização FANEM 315 SE; 1 banho-maria; 1 agitador magnético; 1 balança analítica LIBROR AEL-200; 1 micrótomo Olympus CUT 4055; 1 geladeira de 280L e 2 computadores.

9. LAFAP – Laboratório de Fisiologia Aplicada à Piscicultura
Linhas de Pesquisa: Fisiologia Comparada, Nutrição de Peixes, Produção de peixes de corte e ornamentais, Variação natural de isótopos estáveis e metabolismo animal, Extratos vegetais como promotores de crescimento para peixes.
Local: DBA (Área física de 100 m²).
Atividade: Pesquisa básica, aplicada e extensão.
Estrutura física: O laboratório é dividido em duas salas, sendo uma delas para condução da fase biológica dos experimentos e a outra para as análises laboratoriais. Em sua infraestrutura básica, o referido laboratório conta com um gabinete para professor, bancadas, pias, estantes, prateleiras sob as bancadas, prateleiras suspensas, além de estufa de secagem de vidrarias, estufa para processamento histológico, chapa aquecedora, balança digital, balança analítica, monitor digital para análises sanguíneas de glicose, lactato, triglicerídeos e colesterol, 1 geladeira, 1 freezer e 2 computadores. O laboratório para a condição dos experimentos apresenta um compressor radial de ar, 32 aquários de 60L em sistema de recirculação de água com filtros mecânico, biológico e ultravioleta, com sistema de manutenção da temperatura por meio de termostato e aquecedor. Esse laboratório também apresenta 24 aquários de 35 litros em sistema estático.

10. LAPOC – Laboratório de Paleontologia e Osteologia Comparada
Linhas de Pesquisa: Sistemática Filogenética, Morfometria Geométrica, Paleozoologia, Osteologia, Biogeografia.
Local: DBA (Área física de 80 m²).
Atividade: Pesquisa básica.
Estrutura física: Nas dependências do LAPOC são mantidas as coleções Científicas de Paleontologia e de Chelonia e Crocodylia. Equipado com bancadas e ferramentas de preparação de fósseis. Bancadas para estudantes e computadores. Martelete pneumático; compressor de 200 litros; microscópio estereoscópico binocular.

11. LPE – Laboratório de Patologia Experimental
Linhas de Pesquisa: O Laboratório de Patologia Experimental da UFV tem como foco de pesquisa o potencial biotecnológico para o desenvolvimento de drogas que promovam o reparo cutâneo, hepático e pulmonar associado ou não ao diabetes e o desenvolvimento de alternativas para o tratamento da doença de Chagas com ênfase em análises toxicológicas.
Local: DBA (Área física de 100 m²).
Atividade: Pesquisa básica e aplicada.
Estrutura física: Este laboratório conta com uma câmara fria; uma sala de preparo de cultura de tecido; 1 microscópio invertido; 1 estufa de CO2; 1 moderador de voltagem e amperagem; 1 microscópio estereoscópico; 2 microscópios ópticos binoculares; 1 estufa de cultura; 1 destilador/deionizador; 1 freezer vertical -20 °C; 3 computadores; 1 microscópio biológico com câmera digital acoplada (fotomicroscópio).

12. Museu de Zoologia João Moojen
Linhas de Pesquisa: Sistemática de peixes, Herpetologia, Ornitologia e Mastozoologia.
Local: Museu de Zoologia João Moojen – Vila Gianetti (Área física de 200 m2).
Atividade: Pesquisa básica, aplicada e atividades de extensão.
Estrutura física:
Está dividido em dois setores: (i) Pesquisa: abrigando as coleções sistemáticas de todos os grupos de vertebrados, incluindo três laboratórios (Herpetologia, Ornitologia e Mastozoologia) totalizando uma área de uso comum de aproximadamente 120 m2. Dentre os equipamentos disponíveis citam-se: 8 microscópios; 4 microscópios esteroscópicos; 5 computadores e um veículo Fiat Uno alocado para coletas do Museu. E (ii) área de exposição permanente, com aproximadamente 80 m2 e 100 peças de animais. Este setor recebe em média 3.000 alunos de escolas públicas por ano, com visitas guiadas por estudantes.
Local: DBA
– Nas dependências do Laboratório de Ornitologia encontra-se a coleção ornitológica da UFV, que conta com cerca de 1800 espécimes taxidermizados. A maioria dos espécimes é oriunda da Zona da Mata de Minas Gerais e muitos deles foram coletados na região de Viçosa na década de 1930 por João Moojen. Equipado com gravadores, microfones direcionais, parábola, instrumentos de coleta e captura, espaço para armazenamento de material úmido e seco.
– Nas dependências do Laboratório de Mastozoologia encontra-se a coleção seca e úmida de mamíferos, uma área para preparação de taxidermia, uma sala de dermestério, gabinete de professor e sala de estudos. Equipado com 2 freezers; 1 geladeira; 2 microscópios estereoscópicos; 1 microscópio óptico; 1 estufa;
– Nas dependências do Laboratório de Herpetologia encontra-se a coleção úmida de anfíbios e répteis, serpentário, gabinete de professor. Equipado com freezer, geladeira, microscópio óptico, microscópio estereoscópico.

13. Ranário Experimental
Linhas de Pesquisa: Incubação e desenvolvimento de larva de peixes, Inversão sexual de tilápia, Produção de animais aquáticos, Manejo em ranicultura, Abate e processamento de rãs, Instalações para criação de rãs, Nutrição de rãs, Reprodução de rãs.
Local: Ranário Experimental UFV (Área física de 200 m²).
Atividade: Pesquisa básica, pesquisa aplicada e extensão.
Estrutura física: O Ranário Experimental possui quatro laboratórios climatizados, dois laboratórios com equipamentos de precisão; um laboratório de manipulação de rotina.

Desenvolvem-se também atividades em colaboração com outros laboratórios da UFV, tais como:
1. Núcleo de Microscopia Eletrônica e de Microanálise (CCB-UFV)
2. Laboratório de Biologia Estrutural (DBG)
3. Laboratório de Biofísica Experimental (DBG)
4. Lab. de Imunoquímica e Glicobiologia (DBG)
5. Laboratório de Anatomia Vegetal (DBV)
6. Laboratório de Biodiversidade/Bioquímica (DBB)
7. Laboratório de Propriedades físicas da Madeira (DEF)

1. Núcleo de Microscopia Eletrônica e de Microanálise (CCB-UFV)
Linha de Pesquisa: Ultraestrutura de órgãos reprodutivos, digestivos e glandulares em microscopia de varredura e de transmissão, além de análises desses órgãos em microscopia confocal.
Local: Vila Gianetti (UFV) (Área física de 30 m²).
Atividades: Neste centro são realizadas análises com microscopia eletrônica e confocal.
Estrutura física: O núcleo possui 5 salas de microscopia, 2 laboratórios para preparo de amostras, 1 secretaria e 2 salas de máquinas.
Equipamentos e materiais:
Microscópios
1 Microscópio Eletrônico de Transmissão Zeiss EM 109 com câmera digital Olympus MegaViewIII;
1 Microscópio Eletrônico de Transmissão Zeiss Libra 120 com câmera digital Zeiss e Espectrômetro de Energia Dispersiva de Raios-X (EDS) Oxford IETEM-XMAX;
1 Microscópio Eletrônico de Varredura marca Leo modelo 1430VP com Sistema de Microanálise de Raios-X IXRF Iridium Ultra;
1 Microscópio Confocal de Varredura a Laser Zeiss LSM 510 META com os lasers Argônio 458/477/488/514, HeNe 543 e HeNe 633 nm;
1 Citômetro de Fluxo BDFACS Verse;
1 Microscópio de Fluorescência ZeissAxiostar com câmera CCD AxioCam MRm e filtros para Rhod/DAPI/FITC;
1 Microscópio de luz Zeiss Axiostarplus, equipado com campo claro e contraste de fase;
1 Microscópio de Força Atômica Agilent 6000ILM acoplado a um Microscópio de Fluorescência Invertido Zeiss AxioObserver D1;
1 Microscópio estereoscópico Zeiss StemiDV4.

Equipamentos acessórios
1 Secador de Ponto Crítico Bal-TecCPD030;
1 Secador de Ponto Crítico Bal-TecCPD020;
1 Equipamento Modular Balzers Union FDU 010 composto de Metalizador (“Sputtercoatingattachment”) SCA 010;
1 Metalizador (“SputterCoater”)Quorum Q150RS;
1 Metalizador (“SputterCoater”) Electron Microscopy Sciences 550x;
1 Evaporador de carbono Quorum Q150T;
1 Confeccionador de Navalha (“Knifemaker”) Reichert-Leica;
1 Ultramicrótomo RMC Products Power Tome-X;
1 Ultramicrótomo Du Pont-Sorvall Porter-BlumMT2-B.

2. Laboratório de Biologia Estrutural (DBG)
Linha de Pesquisa: Morfologia, morfometria e estereologia de órgãos reprodutivos, digestivos e glandulares.
Local: Departamento de Biologia Geral (UFV) (Área física de 70 m²).
Atividades: Análises histológicas, morfométricas, estereológicas e histoquímicas.
Estrutura física:
Salas para preparo e tratamento de amostras, salas de microscopia e gabinetes de professores.
Equipamentos e materiais:
O laboratório conta com 2 micrótomos para resina; 1 micrótomo para parafina; 1 micrótomo criostato; 1 knifemaker; 1 banho-maria; 1 placa aquecedora; 5 estufas; 2 balança de precisão; 2 balanças; 1 balança analítica com densímetro; 3 geladeiras, 1 freezer regular; 1 freezer -22ºC; 1 microscópios de luz binocular; 3 microscópios estereoscópios; 1 microscópio de luz para 5 observadores e 1 capela, além de bancadas, arquivos de lâminas, fichas e blocos.

3. Laboratório de Biofísica Experimental (DBG)
Linha de Pesquisa: Fitotolerância de plantas a metais pesados, Biorremediação de ambientes aquáticos impactados com arsênio e cádmio, Utilização de radioisótopos em pesquisa biológica, Estudos fisiológicos de plantas terrestres com potencial para utilização em programas de revegetação de áreas contaminadas com arsênio.
Local: Departamento de Biologia Geral (UFV) (Área física de 80 m2).
Atividades: Pesquisa básica.
Estrutura física: 1 espectrofotômetro de absorção atômica por emissão de chama; 1 cromatógrafo gasoso; 1 purificador de água ultrapura; 2 geladeiras; 2 freezers; 2 balanças analíticas; 1 pHmetro; 1 centrífuga; 3 banhos-maria; 1 liofilizador; 1 ultrassom; 3 mantas aquecedoras; 2 vórtex; 1 bloco digestor; 2 espectrofotômetros; 1 cuba de eletroforese; 2 estufas de aquecimento; 1 osmose reversa.

4. Laboratório de Imunoquímica e Glicobiologia (DBG)
Linha de Pesquisa: Microencapsulamento de IgY para uso veterinário, Prospecção de biomoléculas com atividade antimicrobiana e antiparasitária, Glicobiologia de venenos, Identificação e caracterização de novas lectinas, Interação proteína-carboidrato e proteína-proteína em infecções por patógenos intracelulares, Imunoterapia para doença de Chagas experimental
Local: Departamento de Biologia Geral (UFV) (Área física de 80 m2).
Atividades: Pesquisa básica.
Estrutura física: 1 Balança analítica; 1 Balança de precisão; 1 pHmetro; 3 Agitadores de tubo; 2 Centrífugas de microtubos; 3 Centrífugas; 1 espectrofotômetro; 1 Estufa de secagem; 1 Autoclave; 1 Equipamento para eletroforese; 1 HPLC; 2 Banhos-Maria; 1 Termociclador; 1 Fluxo de exaustão; 1 Fluxo laminar; 1 Deionizador; 2 Shakers de bancada; 1 Incubadora B.O.D.; 3 Freezers.

5. Laboratório de Anatomia Vegetal (DBV)
Linha de Pesquisa: Biologia e anatomia vegetal.
Local: Departamento de Biologia Vegetal (UFV) (Área física de 100 m2).
Atividades: Morfologia vegetal voltada para o ensino, pesquisa e extensão.
Estrutura física: 1 micrótomo para resina; 2 fotomicroscópios; 4 freezers verticais; 3 estufas; 1 capela com exaustão.

6. Laboratório de Biodiversidade/Bioquímica (DBB)
Linha de Pesquisa: Tecnologia de produção para insumos farmacêuticos, Controle de qualidade de insumos farmacêuticos, Bioprospecção farmacêutica de espécies vegetais do bioma Mata Atlântica.
Local: Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular (Área física de 120 m2).
Atividades: Pesquisa básica, pesquisa aplicada e extensão.
Estrutura física: HPLC/DAD; balança analítica; capela; bateria de extrator tipo soxhlet; bateria de aquecimento; reveladores de luz ultravioleta para CCD; evaporadores rotatórios; centrífuga; computadores.

7. Laboratório de Propriedades Físicas da Madeira (DEF)
Linha de Pesquisa: O Laboratório de Propriedades Físicas e Mecânicas da Madeira (LPM) se alinha ao que existe de mais moderno no Brasil em equipamentos e tecnologias ligadas ao estudo de caracterização da madeira e seus derivados mantendo-se em sintonia com a nova ordem mundial, que prevê o uso racional e sustentável da madeira, como importante matéria-prima.
Local: Departamento de Engenharia Florestal da UFV (Área física de 1.802 m2).
Atividades: Ensino, pesquisa e extensão, bem como atendimento a empresas e instituições ligadas à atividade moveleira e construção civil.
Estrutura física: área construída com os mais modernos equipamentos, o laboratório está capacitado para realizar a grande maioria dos testes físico-químico-anatômico-mecânicos da madeira, usinagem, secagem e preservação da madeira.

Há também atividades de pesquisa em colaboração com laboratórios de outras Instituições tais como:

1. Laboratório de Nutrição de Peixes- Profa Rosangela Kiyoko Jomori Bonichelli da Faculdade Dr. Francisco Maeda (FAFRAM)/Fundação Educacional de Ituverava SP;
2. Centro de Isótopos Estáveis Ambientais UNESP Botucatu SP;
3. Laboratórios da Zootecnia da Universidade Estadual de Maringá;
4. Laboratórios da UEPG, Universidade Estadual de Ponta Grossa;
5. Laboratório Central De Pesquisa Animal (LCPA/DZO) da Universidade Federal de Lavras;
6. Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL);
7. Laboratório de Morfologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

BUSCA NO SITE

Endereço

Programa de Pós Graduação em Biologia Animal
Departamento de Biologia Animal
Universidade Federal de Viçosa
CEP: 36570-900 – Viçosa – MG
Email: posbioanimal@ufv.br
Tel: (31) 3899-1175

Equipe de Desenvolvimento Web/UFV - 2013 - Mantido com Wordpress